Páginas

23 de fev de 2011

Majestade



Fugimos do reino
Tudo virou poeira
Meu forte desmoronou...

_Sabe como é quando seus dentes
Estão caindo bem devagar e você não percebe
Então você repara que eles estão bem separados
E um dia você fica sem dente nenhum?

Tinha poderes irreais
Um muro de gravetos
Armadura de pelúcia
Coroa de papelão
Sem exército
Sem guerras
Sem inimigos
Fugimos de medo
De nós mesmos
Do silêncio
Do escuro
Do inferno
Dentro de nós

Um comentário:

  1. De tudo o que nos rodeavam por fora, E de alguma forma destrói o que há por dentro...

    Muito lindo, imaginação de uma certa forma descrevedora de um espaço só seu!

    ResponderExcluir