Páginas

27 de jul de 2011

Portas Abertas


Hey, sabemos sempre onde entrar
Mas nem sempre sabemos sair
Quantas portas estão abertas?
Outras esperando alguém abrir
Corremos e desviamos alguns caminhos
Perdemos-nos em outros atalhos
E às vezes nem sabemos pra onde ir
Apagamos as luzes quando queremos ver
E sempre choramos nos momentos felizes
Sentamos quando devemos continuar
Desistimos quando a vitória está perto
Machucamo-nos quando sonhamos
E quando precisamos de nós mesmos
Abandonamo-nos inevitavelmente
Somos apenas o contrário de nós mesmos
Correndo contra a nossa própria chegada

26 de jul de 2011

Para Terminar


Parar no meio do caminho
Olhar para trás e ver você
Olhando daquele jeito para mim
Sem precisar falar nada
Implora para eu não partir

Não consigo mais ser eu por você
E nem projetar horas para lhe salvar
Simplesmente sinto falta do que não tenho
E de tantos outros desejos insaciáveis
De horas na cama e beijos intermináveis
Não consigo mais dar isso a você
Não consigo mais ser assim por você
Porque no meio disso tudo
Eu continuo aqui sentindo falta de algo
Que já não consigo ter com você

Você me pedi por mais uma conversa
Mas conheço suas táticas para me convencer
Suas lágrimas e seus pedidos desesperados.
Promessas de mudanças e nunca muda nada
Estou cansado de ver você esperar esfriar as coisas
E depois deixar tudo voltar a ser como antes
Estou cansado de acreditar que tudo vai dar certo
Sendo que tudo agora é apenas medo de ficar só
Pois tudo já se perdeu há muito tempo atrás

Não estou indo em busca de total liberdade
Já perdi muito tempo acreditando nas pessoas erradas
Quero ser parte de alguém que é parte de mim
Ensinar a ver a vida do jeito mais seguro possível
Quero acordar sem ter mais que procurar ninguém
Sem madrugar caçando e nem almoçar tramando
Quero alguém perto de mim o suficiente para me segurar
E nunca deixar meu coração se sentir vazio e sozinho

Não quero mais ser um grande problema em sua vida
E nem ver você como um que tenho que resolver logo
Esqueças todos os defeitos ou lembre-os sempre
Use qualquer coisa, mas tente viver olhando para frente
E se tiver que olhar para trás, estarei lhe segurando
Tirando todos os obstáculos para que você continue
Nunca pare, nunca desista de sua vida e ame a si mesmo
Sempre em 1º lugar, ame a si mesmo depois o outro.

20 de jul de 2011

Pedaços da Alma


O que eu fui
Em parte é hoje
E mesmo agora eu
Preparo o amanhã
Sem saber o que será
De um eu pela metade
Pedaços da alma
Do que fui sem ser eu
E eu sendo eu mesmo
Para o que virá ser meu
E ser parte de minha calma

13 de jul de 2011

Tempo



Triste é estar e não pertencer
Viver e não se sentir vivo aqui
A cada tarde barulhenta e inquieta
Balançar as pernas e esperar
Nada vem e nada acontece
Pode ser que haja tempo pro nada
E do nada me fazer morar no vazio
Entre filas, ter que fingir sorrisos.
É difícil andar sem tentar encontrar
O caminho de volta, recomeçar.
Posso até deixar tudo e largar
Parece que tudo me leva a ter certeza
Que o barco está longe demais pra voltar
De longe tento sentir o sol esquentar
O glacial desejo nascente de um que foi
Um desbravador de sonhos e amores
Que nunca completou sua viagem
No mar bravio dentro de si
Nunca encontrar destino
Abandonar o amor
E sentir solidão tamanha
E no final, perder-se de si.
E desaparecer na imensidão
Do tempo...

11 de jul de 2011

Liberdade


Estar com alguém e sentir frio
Ser parte da vida de alguém
Não ter esse alguém como parte da minha
Não sentir vontade de beijar de língua
Não sentir o sexo ardente e satisfatório
Querer partir sem deixar marcas
Dizer adeus sem provocar lágrimas

Sinto que tudo mudou hoje em dia
Sinto-me um romântico ultrapassado
Com ausência de brilho nos olhos
De encontros e sustos de arrancar suspiros
De deitar e não conseguir dormir pensando
Sinto falta de escutar música no escuro
De desenhar iniciais em corações
De horas e horas pela madrugada ao telefone
De carinho, atenção e proteção exagerada.

Mas continuo gelado e preso
Com medo de machucar alguém
Sentindo-me incapaz de dizer não
Eu não posso mais acreditar que vai dar certo
Pois tudo terminou, basta você abrir os olhos
E abrir seu coração para eu sair para sempre
E dizer adeus e seguir em frente
Pois de todas você foi a que lutou mais

7 de jul de 2011

Voar


Pés na areia
Um lindo céu
Nuvens desenhadas
O brilho da lua
No mar tranquilo
Liberdade... Paz...
Ouvir as ondas
Distrair-se
Sair deste para outro
Eternizar meu eu
Neste momento deveras
Abandonar-me
E voar para lá
Para um só meu longe
Não voltar
E ficar...
E ficar...
Longe...

Por: Diego Nobre
Para: Socorro Cabral "Pipa"