Páginas

5 de dez de 2012

A Floresta Labiríntica




... E mesmo assim, perde-se a cada piscar dos olhos
 E todo o tema obscuro derrama-se em sua cama
Mas nada que uma despedida rápida da luz não cubra
Deleitar-se de todo descanso possível, talvez sonhar
Um dia talvez essa ponte segura simplesmente desmorone
Mas que nunca seja sobre meus pés grossos e descalços
Sinto apenas o cheiro de algumas folhas molhadas
Mesmo perdido nessa floresta labiríntica onde me deixastes
Despejo minhas últimas forças em um errático plano de fuga
Que seja sempre de mim... afugentar-me do teu recalcado mal.

14 de nov de 2012

Apagar-se


 Pedaços do meu amor
No que resta no sopro do teu olhar
Meu cheiro...
Nos traços das tuas mãos trêmulas
Teu grito para alcançar
Minha carreira solitária
Queres guardar minha saliva
Em um manto sujo que aquece seu coração
Queres-me por horas
Em todos os atrasos do “Sempre”
Em apenas alguns segundos
Traçar meu meticuloso plano de fulga
Mesmo que minhas linhas sejam tortas
Esmorecer tudo aquilo que me afoga
Sair do seu chão para outro horizonte
E num piscar dos olhos, apagar-se...

31 de ago de 2012

...

Ainda hão de vir estrelas
No meu céu tão escuro
E sons nos meus ouvidos moucos

Ainda hão de vir ventos
Para balançar seus cabelos
E lágrimas sorrindo para mim
E eu parecerei um bobo
Ainda será meu amor
E descalça na praia feliz
Chamando-me para nadar
E verás o sol de um jeito amarelo
Ainda que as nuvens tentem apagar
Serei depois um sonho teu
Que me contarás já realizado

Ainda serei o melhor de hoje
Algo que você não deixe passar
E nada de outro alguém

Amar-me vai te fazer bem

30 de ago de 2012

Entre Nós

Agora
Entre você e eu
Entre o céu e o inferno
Entre nossos olhos
E tudo que queríamos ser
Entre quase todos os beijos nossos
Entre todas as nossas estrelas
E tudo para que?

Depois
Pode ser para mim
Ou de repente para você
Mas que seja entre nós
Entre os nossos lençóis
Entre minhas mãos
Entre suas costas
Entre suas pernas
Mas que seja apenas nosso
Será que é nosso?

Mas que aconteça!
Que nossos chãos borrem
Que você me suje de batom
E que eu a deixe molhada
Mas que sejamos apenas nós
E nada de pequenas horas
De um pequeno atrapalho
Em uma cama vestida de vazio

Que sejamos nós!

14 de ago de 2012

Entre Eu, Você e Eles

 Quantas vezes eu terei que fugir?
Sempre de mim mesmo
Esquecer de todo o passado de merda
De tudo que insistiu em fazer parte de mim
Pulei de um monte coberto de lágrimas
Alcancei nuvens sujas de sangue
Ou simplesmente permaneci sentado
Sempre observando
Porque sempre soube o que era bom pra mim

Quantas vezes eu tentarei achar a minha cura?
Quando sempre soube que não estava limpo
Eu fiz o que pude por você
Enquanto você corria pra bem longe
Como poderei agora lidar com isso?
Sair da estrada e pisar nas linhas do labirinto
E esperar você escutar meus gemidos
Esperar você me salvar
Você sempre será meu único caminho

Chamem-me de louco
Façam-me sentir vergonha
Façam-me chorar

Não vai demorar muito
Vocês irão conhecer a fera que existe em mim
Eu nunca fui nada além de um excêntrico
E nunca importará o que eu fiz
Eu sempre serei abatido
Mas não vai demorar muito
Vocês irão conhecer a fera que existe em mim
 
Eu nunca brilho como você
Minha alma nunca tocará a sua
Você nunca viverá a vida que eu vivo
Eu vejo o Céu de um monte maior
Para não tê-lo ofuscado pelas nuvens vermelhas
Eu nunca vou precisar das suas mentiras
Eu nunca acordei e me cobri com máscaras
Sou uma fera livre vivendo dentro da minha natureza
Eu posso estar certo ou errado sobre vocês
Mas nunca vocês terão certezas sobre mim
Um dia vocês irão conhecer a fera que existe dentro de mim

26 de jul de 2012

Para antes de amanhã... E nada para agora

Sinto que perdi o que ainda não perdi e seu que não quero o que sempre desejo. Sei que o melhor pra mim não seja o que quero pra mim, então perder talvez seja melhor que ganhar, ainda que choro pra regar meu próximo sorriso....
Distante de mim, em busca do que não sou mais... do que se foi e não deixou rastro, ainda volto, preciso converter eu em mim mesmo...

19 de jun de 2012

A minha luz


Você emana luz para me iluminar
Para me guiar na intensa escuridão
A sua luz me toma dos pés a cabeça
Posso senti-la forte em meu coração
Você tem luz para me fazer sorrir
Você me dá luz para me fazer lutar
És a minha luz a iluminar minha vitória
És a luz que cura a minha vida e coração
És luz mais linda, forte e amiga
És a luz que me guiará para eterna salvação
O Senhor meu Deus da luz infinita
O Senhor meu Deus da luz da vida
És toda luz que preciso em mim
És minha estrela de hoje e amanhã
O Senhor que emana luz em mim

22 de mai de 2012

Papel Vazio

Deixo-me embriagar pelo fato de solidificar minha ausência
Pois meu simples desejo ao acesso ao meu próprio patrocínio me cala
Minha marca exposta ostensivamente derruba minha verba investida
Querer que o meu próprio resultado, fosse o inverso de todo negócio perdido
Nada de contar meus passos administrando somente os metros quadrados andados
Que todo o acervo democrático de arte mergulhado em mim, não seja apenas propaganda
Que eu não fique apenas em gravuras ou pregas de celulose moderna
Que a imagem do poeta respire ao benefício próprio de uma vida dedicada
Pois nunca saberei se o que faço, será algo que privilegiará apenas o meu sucesso
Ou tudo que eu faço nunca será também reconhecido pelo outros
Dedico alguns segundos de horas minhas perdidas para tentar salvar o que ainda existe de bom em mim
Mas nunca sabereis de fato, qual verdade acompanha as minha palavras
Ainda me sinto, neste monte de pedras pontiagudas, um papel totalmente vazio.

15 de mai de 2012

Arco-íris

 A cor da sua vida
Sua alma arco-íris
Olhos azuis do céu
Todo corpo nuvem
Que me faz voar
Fora da atmosfera
Além do meu mundo
Teu toque amarelo
Teu sexo rosado
Tua língua molhada
Que me faz beijar
Que me tira de mim
Para estar em você
Por Dentro de você
Em minutos apenas um
Nós dois por toda vida