Páginas

2 de nov de 2015

A Escuridão Da Minha Luz


São tantas coisas...
E você continua na minha cabeça
Tantos desafios
Tantas lutas...
Seria mais fácil se você estivesse aqui
Tantos fins que nunca deveriam começar
Tantas pessoas desinteressantes
Tantas noites desperdiçadas
E você vem sempre nos meus sonhos
Mas acordo e você não está aqui
Um amor desperdiçado
Meus códigos sendo massacrados
E você mostrando seu lado mal
Enquanto eu clamo por seu amor
Sei devastar complexas almas
O sentir o desespero inútil do amanhã
Mas não consigo me abster da sua presença
Mesmo sendo apenas abstrata
Meu coração burro me condena
Ao submundo da solidão
Pessoas... pessoas...
E o desejo incontrolável da sua singularidade
O ardor purificante da sua alma
A revogar a escuridão da minha luz