20 de jul de 2018

O Amor do Amor
Em 6/2018

A síntese do inesperado

Onde mesmo escondido
Ele nos encontra 
O desconhecido nos alcança
E não há marcação de defesa
O ataque é eficaz e permanente
Não há fulga visível
Temos que aceitar a invasão
Pois ele já lhe tomou
E você não é mais seu
Seu descontrole é a sua desistência clara de defesa
E você tem que aceita-lo
Para o seu bem verdadeiro 
Pois a vitória já é dele
E não há mais nada a fazer
Você conheceu o amor 
Aceite isso...
Desista da fuga vã
Da culpa de ninguém
Quando o longe é o mais perto
O acaso é o destino
E o jogo é para ser jogado
Calma!
O amor não é só seu
O amor não é meu
O amor é do amor
O amor é só do amor
O amor não é só do amor
O amor não é só, amor...!


18 de jul de 2018

Fugir de Si Mesmo

Não freie
Não olhe pra trás
Corra e fuja 
Enquanto está escondido
Ninguém sabe ainda que foi você
Eles não irão lhe perseguir
Apague o feito sumindo
O tempo irá fazer o restante
Mais não nos apague de dentro de você
Estaremos aqui lhe esperando
Um dia lhe daremos um abraço
Sabendo que você voltou
Diferente de tudo que nos mostrou ser
Acreditamos que os erros nos ensinam
Que estar longe de quem amamos
É a força para nunca mais errarmos
A vida nos da uma chance de sairmos de nós mesmos
Para voltarmos sabendo que viver ainda vale a pena
Você voltará sabendo que:
Amar a si mesmo, é a grande prova de amor pra quem nos ama.
Demore
Mais
Volte!

11 de jul de 2018

Depois de tantos erros, eu encontrei você.

Faça seu pedido
Peça sua parte 
Não pode ser só meu
Você merece também
Não dá mesma forma que eu
Pois eu lutei por mais tempo
E perdi várias vezes
Mais não deixei de acreditar
Foi muito difícil
Pensei em me apagar várias vezes
Desaparecer era uma fulga
Para não olhar dentro de mim
Estava sem mundo
Sem pessoas
Sem alguém pra se importar
Estava no vazio
E você apareceu
Trazendo-me de volta
Aos poucos, me fez acreditar
Que ainda há razão para a vida
Um único e poderoso sentimento
O amor humano verdadeiro
Lutei e encontrei em você
E você me fez sentir amado
Como nunca havia me sentido
Depois dos meus pais
Não saia de perto de mim nunca
Pois eu não suportarei.

Por Diego Nobre Araújo
7/2018

10 de jul de 2018

Faça de Coração

Por Diego Nobre Araújo
Em: 7/2018

Não sei o que você passou
O quanto doeu sem me ter perto
O quanto fez mal lembrar de mim
Tantas culpas...
Vontade de voltar e não deixar eu entrar
Pois não consegue me tirar mais
E quando tudo parou
Você veio fortemente em meus pensamentos
Todos os dias, eu me peguei pensando em nós dois
As vezes por horas 
Comecei a dormir e acordar pensando no seu sorriso
Sua risada na minha memória, me levanta
Seus cuidados comigo, eram suas provas de amor por mim
Eu não notei e deixei você partir
Eu perdi você
Só agora eu pude me ver por dentro
E sentir o que não conseguia perceber
Mais eu perdi você e não foi sua culpa
Não pedirei para você voltar 
Pois perdi minha chance
E já não sei o que poderá sentir por mim
Ficarei com o meu sentimento de culpa sozinho
Sem você e sem eu mesmo
Pois o que está em mim
Foi com você.

8 de jul de 2018

O Fim do Começo

Por Diego Nobre
Em: 8/7/18

O silêncio
Da canção 
O olhar
Da cegueira
A queda
Do deitado
O grito
Do dorminhoco
O pesadelo
Do acordado
A desistência
De quem não começou
A derrota
De quem não lutou
A saudade
De quem não conheceu
O vazio
De um lugar cheio
O escuro
Do sol
A teoria
Do inexplicável
As lágrimas
Do sorriso
O fim do começo

3 de jul de 2018

O Encontro

Por Diego Nobre Araújo
Olhar pra nada
Por tanto tempo
Sem lógica pro visto
Toda a insensatez do vazio
O desencontro pessoal
Desviar-se da rota do plano
Negar o que já havia decidido
Soltar o que já estava preso
Deixar se aproximar o que lhe faz mal
Nadar onde podemos nos afogar
Pois a água é doce e gostosa
O encontro do insuperável erro
Um lindo e extremamente eficiente desejo
Um sim, o faz ficar permanente
Onde oramos para continuarmos dizendo não
O desencontro da segurança própria 
E não para e se espalha 
Cresce a cada fechar dos olhos
Olhar para si e aceitar que perdeu
Pois foi fraco e permitiu entrar
E ele entrou.

2 de jul de 2018

Iza

Por Diego Nobre Araújo
Em: 02/07/2018

Quando você aceitou me ver
E eu cheguei perto e vi seus olhos
Pude me unir ao seu sorriso lindo
E seu queixo me encantou
Sua voz entrou e me dominou
O mundo se tornou nós dois
Por algumas horas
E eu me senti vivo de novo 
Qualquer palavra que eu disser, não conseguirá explicar
E mesmo agora distante
Você está comigo a cada segundo
Quando fecho os olhos
Você está deitada sobre mim
Minhas palavras são para lhe chamar para perto
E meus braços para lhe abraçar e não deixar você ir
Você me trouxe de volta
E me fez acreditar que o amor ainda é possível
E que bom que ele ainda existe.

21 de jun de 2018

A Nossa Cidade

Em: 06/18

A sua cidade
Leva-lhe a acreditar
Que existe tranquilidade
Que pessoas dormem sem medo de acordar
Que o sustento, transborda nos quintais
Que os sorrisos são puros
Que as crianças estão seguras
Que podemos dormir com as janelas abertas e tudo ficar no seu lugar

A sua cidade
Lembranças de um tempo que passou
Que os pequenos não a conhecerão

Muitos querendo voltar
E outros que não queriam mais estar aqui

A nossa cidade
Cheia de noite vazias
E dias de saídas obrigatórias
Silêncios de vozes sufocafas
Pela certeza que nada mudará
E outras pedindo pra voltar
Para a cidade dos sorrisos puros
Do saudoso tempo tranquilo
Onde acordar, era o início da felicidade e dormir exausto de tanto sorrir por estar vivo.

18 de jun de 2018

A Minha Defesa é Me Amar


Em: 15/6/18

A minha vitrine
Uma desordem oculta
Não tente me revelar
Deixe-me apagado
Minhas palavras
Serão as suas
Serei um padrão externo
Meu sorriso me deixará despercebido
A minha decisão, será a da maioria
Nada interno será exposto
Aprendi a me guardar no meu eu
Pois aqui dentro de mim, sou mais feliz
E desejo viver assim até o fim


Espero o inesperado sempre
E nada me pega desprevenido
Existem pessoas que te levantam
Outras que tentam lhe enterrar.

Dentro de mim, eu me amo acima de tudo!
Não sou melhor que ninguém
Mais o que eu sou, me faz feliz.
Todos os dias, eu desejo me fechar mais
Pois a maioria das coisas que eu vejo, me dão medo.
Mais sou consciente que não existe muro inquebrável
Que toda defesa tem seus pontos fracos
Eu luto para fortalecer os meus.
Não existe mapa para consciência humana!

Raro Hoje Em Dia

Por Diego Nobre Araujo
Em: 29-05-18

A primeira sensação
Um inexplicável sentimento 
Seus olhos baixos
Olhou-me rapidamente
Voltou a se fechar
E eu me senti novo
E você voltou a me olhar
E sorriu singelamente
Senti meu coração respirar
Vontade de falar algo
Mais fiquei sem palavras
O que eu estava sentindo, era mais forte
Vontade de pedir pra você ficar
E você se se foi
Mais parou de repente
Voltou a olhar pra mim
E eu disse, fique, Abrace-me,
Beije-me e se apresente
_ Eu sou o seu amor!
E eu direi, Que bom que você chegou
Pensei que nunca você viria
Suavemente nos beijamos
Um beijo do amor
Algo que só quem ama, consegue explicar
O amor me alcançou
E você olhando nos meus olhos me disse:
_Procurei você por toda minha vida!
Nos encontramos e não deixaremos o amor parar!
Pois ele é raro hoje em dia.



27 de mai de 2018

Vozes da Minha Cabeça

Vozes da Minha Cabeça
Por Diego Nobre Araújo 
(Antes que me perguntem, 
Por que tão solitário?
Solitário
Esperando pra acontecer 
Esperando
Eu não sou seu
Você não é minha
Não me julgue
Não me espere 
Se não me deixa entrar 
Não exploda a minha cabeça 
Meu coração está unido a ela 
Não me arranque do meu mundo
Se no seu, eu não tenho espaço
Deixe eu descansar com as vozes da minha cabeça
"Eu não sei... Não sei de nada..."
A solidão me aquece 
Nesse frio necessário
Agarre-me sem fugir de mim
Forte, forte...
Já chega, chega...
Estou cansado e quase desistindo 
Querendo ser desligado
Da energia contemporânea
Desligado as vezes de mim mesmo.