Páginas

29 de ago de 2015

Herança Cósmica


Isento do imoral
Meu outro imaculado
Espelho branco
A bruma da alma
Fogo frio
Jazida da inocência
Pra Deus apenas eu
Despido 
Perdido de mim
Onde não é tarde
E o silêncio me leva 
Onde não estou.
Cego 
Não mais o vejo.

Nem deuses ou demônios
Há luz...
Leve-me comigo
Milagre seria eu ficar
Mesmo já estando
Indo...