Páginas

27 de out de 2011

Não



Não se afaste tanto
Não deite tão longe
Não faça eu me sentir sozinho
Não risque no céu azul
Não faça eu me importar de mais
Não largue minha mão
Não deixe eu me esconder de seu olhar
Não me deixe te amar de mais
Não por muitas vezes
Não deixe eu me sentir frágil
Não deixe eu me sentir gordo e feio
Não deixe ser orgulhoso de mais
Não quebre meu coração
Não o machuque tanto assim
Não deixe de ser carinhosa
Não me deixe ser tão bobo assim
Não por muitas vezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário