Páginas

26 de mai de 2011

Longe de mim

Longe de mim
E de todo o inferno
Que habita dentro
Por alguns instantes
Longe de todo erro
Migalhas de mim
Flashes de mim
Partes presas em mim
Que me distancia
Por horas
Meu eu fugitivo
Das grades do medo
Partes de mim
Tantos de mim
Arrancadas de mim
Indomáveis de mim
Mortas de mim
Esquecidas de mim
De um eu sem eu
De um que nunca fui
Sem eu

Nenhum comentário:

Postar um comentário