Páginas

6 de nov de 2016

Definhando

No que nos atende nos dias
Levá-nos ao desencanto pessoal
A admiração interna está definhando
Os sonhos sentimentais estão sendo apagados
O coração gigante está morrendo
Um outro ser sendo criado
No lugar do que foi criado
Nada ajuda a interferência
De tudo que ainda está por vir
Não abra seus olhos agora!
Você pode não sobreviver a tanta maldade
O lado negro pessoal está tomando os lugares
Almas sendo vendidas
Compre meu sentimento!
Estou sendo um ser barato
E todos os privilégios amáveis estão mortos
A culpa é do que foi criado para me transformar
De seres que lutam para me ver morto
Apagado para os sentimentos felizes
Devastadora desilusão da felicidade
Onde chegaremos com tanta dor
Não quero continuar aqui
Prefiro fugir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário