Páginas

16 de abr de 2013

Onde a dor permanece mais forte

Minhas palavras não explicam mais
O amor um dia me disse obrigado
Mas o vento levou tudo pra longe
Uma noite fria e vazia me assombra
O mar reflete minha incurável solidão
Enquanto as folhas secas caem de mim
Ando no escuro preso em um labirinto
Escondo-me dos meus medos.
Em silêncio eu grito por você...
Quase sem voz...
Perdi minha fé e chorei mais uma vez
Deixei minhas lágrimas lavarem minha alma
E consegui dizer Adeus, deixei você sair.
Pois já não há mais paz
E o Amor, pertence apenas a um lado
Onde a dor permanece mais forte

Nenhum comentário:

Postar um comentário