Páginas

8 de dez de 2011

O Último Beijo


Em um sonho meu
Eu vi seus olhos pequenos
E seu jeito de me encantar
Sua voz doce me chamando
E suas mãos finas e macias
Tocando sutilmente em meu rosto
Pude até sentir seu cheiro discreto
Tocar em seus cabelos sedosos
Observar você cuidadosamente
Enquanto meu desejo era não acordar
Descansei você em meus braços
E olhei profundamente em seus olhos
Pude sentir o quanto desejei esse momento
Aproximei-me aproveitando cada segundo
Os meus lábios dos seus até encontra-los
O meu sonho ficou completamente em silêncio
E tudo que existia naquele momento
Era um beijo digno de uma despedida
De uma despedida que nunca existiu
Então acordei...

3 comentários:

  1. Às orbitais, o coração em relento. O relógio à brisas de alguém que em sono... vigília sem fim no enlevo de outrém que não fica por ficar.

    ResponderExcluir
  2. Rubro, o sonho vem sorrateiro. Se veste de um presente latende para enganar nossa virgília perene.
    Vês como é subito perder a presença de alguém... O lobo se veste de cordeiro.
    No caso em que mesmo marcado o antigo amor assusta.
    Não pensem que é uma nova busca. O amor ñ é fênix.

    ResponderExcluir