Páginas

15 de dez de 2011

Inaudito


Abstrair-se de sua própria natureza
Por um minuto abnegar sua alma
Tornar-se altruísta por mera apostasia
 Abduzir-se a procura de carisma
Tentar ser bom a cada alvorada
Obter o máximo de sabedoria
Submeter a um controle metódico
Todo mal para que em mim não fira
Tentar seguir todas as ordens benéficas
Segurar toda possível compunção
Tentar não ser autodestrutivo
Esquecer todos os problemas da vida
Parar de tentar entender o inexplicável
Pesar pelo lado bom das pessoas
Reavaliar tudo que por si foi imposto
Cuidar do mundo para as gerações futuras
Exortar todos os pequeninos para o bem
Para que não haja gerações facciosas
Viver cada segundo para que a vida não seja fugaz
Para que ainda possamos haurir o melhor de si
Imolar a si, para que deveras, tenhas paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário