Páginas

23 de jun de 2011

ERRO OU UMA DÁDIVA?


as vezes eu acho que sinto, como se eu sentisse, que eu não sinto nada.
não posso ser tão sem afeto,
pois um amor sem explicação existe em mim,
mas vejo o mundo como correto pra todos,
sem admitir erros, falhas, sem segunda chance depois do exato momento.
O fim pode vir e eu não ligo,
pois uma pequena passagem e uma grande semente foi o meu best seller
algo dentro de mim tem total confiança
mas quando sai, sai humildemente, compreensivamente
será um erro ou uma dádiva?
somente no fim saberei,
não por opiniões de terceiros, mas....
Daquele que me observava antes de eu existir.


Por: Danilo Nobre

Nenhum comentário:

Postar um comentário